O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

26/05/2017

Doria confirma saída da Ceagesp até 2020

Publicado em 29/03/2017

Prefeito fez anúncio durante visita à região da Lapa

Área de 700 mil m2 do entreposto na Vila Leopoldina será transformada em centro tecnológico / Grupo 1 de JornaisO prefeito João Doria reafirmou no último domingo (26) que a Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo) será transferida para a zona norte até 2020. No início deste mês, ele chegou a declarar que a transferência do entreposto não estava garantida nos próximos três anos.

“Está decidido, pelo governo federal, pelo governo estadual e pelo governo municipal que a Ceagesp vai mudar”, disse João Doria, durante visita à região da Lapa. Na área de 700 mil m2 onde hoje funciona o entreposto, localizada no bairro da Vila Leopoldina, será implantado um centro tecnológico, além de uma Fatec (Faculdade de Tecnologia), em parceira com o Governo do Estado.

A saída da Ceagesp da zona oeste foi cogitada durante décadas por diferentes administrações municipais, mas nunca houve um projeto concreto para viabilizá-la, principalmente em virtude das dificuldades no diálogo entre a Prefeitura de São Paulo, proprietária do terreno, e o Governo Federal, responsável pela operação do equipamento por meio do Ministério da Agricultura. Nos últimos anos a ideia tomou força após tratativas iniciadas com União durante a gestão Fernando Haddad.

Lapa na zona norte

Antes de chegar à região da Lapa, João Doria cometeu um pequeno deslize nas redes sociais ao postar vídeo sobre a visita da agenda. “Daqui a pouquinho estamos na rua. Hoje é domingo, e em mais dez minutos estamos saindo para mais um mutirão Mário Covas, dessa vez na Lapa, bairro da zona norte da capital”, disse o prefeito em vídeo.

A declaração virou “meme” entre os usuários das redes sociais, alguns dizendo que entregariam um mapa de São Paulo ao prefeito. Depois, João Doria retrucou as brincadeiras em tom humorístico. “Não sou motorista de táxi ou de Uber. É que você tem um lado do rio [Tietê] a zona norte, atravessa o rio e já é zona oeste”, disse.

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia