O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

20/11/2017

Parque do Chuvisco é inaugurado na zona sul

Publicado em 03/04/2017

Área de 35 mil metros quadrados pertencia ao clube dos funcionários da extinta companhia aérea Varig

Área de 35 mil metros quadrados pertencia ao clube dos funcionários da extinta companhia aérea Varig / Eduardo Ogata – Secom

Foi inaugurado no último sábado (1º) o Parque Municipal do Chuvisco, no bairro do Campo Belo, zona sul. O equipamento de 35 mil metros quadrados, localizado na Avenida Jornalista Roberto Marinho, integra a Operação Urbana Água Espraiada e busca aumentar as opções de lazer dos moradores da região. O valor da obra é de R$ 13,5 milhões.

A área, que pertencia ao clube dos funcionários da extinta companhia aérea Varig, terá espaço para esportes, lazer e cultura. Para elaboração do projeto, foram contemplados aspectos como insolação, ventilação, preservação das espécies arbóreas e vegetação. O Parque do Chuvisco será reintegrado ao circuito de lazer do paulistano, tornando-se um espaço que reúne todas as faixas etárias, com prioridade para as crianças e os idosos.

O parque oferece pista de caminhada, três quadras poliesportivas, quadra de bocha, playgrounds, aparelhos de ginástica para a terceira idade, três quiosques, ciclovia, núcleo de vivência com uma área construída de 600m² com sala de jogos, além de um galpão multiuso de 1.180m², onde poderão ocorrer atividades de música, exposições e apresentações.

"O Parque do Chuvisco já é um exemplo para a cidade, com áreas de convivência, quadras poliesportivas, iluminação e acessibilidade, tudo muito bem feito. Vocês devem cuidar do parque. Ajudem a preservar o parque. Não é o parque da prefeitura, é o parque para o povo, da população. Não deixem que haja aqui nenhum tipo de vandalismo, protejam o parque. Nós temos segurança, mas a melhor segurança é a dos frequentadores", disse o prefeito João Doria no ato de inauguração do parque. Também estiveram presentes o vice-prefeito Bruno Covas, o secretário do Verde e do Meio Ambiente, Gilberto Natalini e o prefeito regional de Santo Amaro, Francisco Roberto Filho.


Histórico
O nome do parque preservará parte de sua história e tradição, já que nos tempos da Varig o espaço se chamava Clube do Chuvisco.

As desapropriações das áreas que integram o parque somaram 11 processos expropriatórios, finalizados entre 1996 e 2014. A licitação para a transformação do local em um parque público foi concluída em abril de 2013 e as obras começaram em agosto do mesmo ano.

Os trabalhos, no entanto, ficaram paralisados por aproximadamente 2 anos (em 2014 e 2015), por conta de redefinições de projeto e da liberação do Termo de Compromisso Ambiental (TCA).

Operação Urbana

A Operação Urbana Água Espraiada estende seu arco de interferência do bairro Americanópolis e da Rodovia dos Imigrantes ao Brooklin, e deste à Vila Cruzeiro, na zona sul. O objetivo dos investimentos é a revitalização da região por meio de melhorias nas áreas de habitação, mobilidade urbana, serviços, meio ambiente e lazer. 

Além do Parque do Chuvisco e do prolongamento da Avenida Jornalista Roberto Marinho, a operação contempla a canalização dos córregos Águas Espraiadas, que já está 60% concluída, e Pinheirinho, que chegou a 70% de execução. No total, serão 940 metros de obras de drenagem na região. Outra frente de obras contempla o prolongamento da Avenida Chucri Zaidan até a Avenida João Dias, a nova Ponte Itapaiúna e a construção, pela administração municipal, de 4 mil unidades habitacionais. Juntas, todas as intervenções representam investimentos de R$ 4 bilhões.

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia