O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

17/10/2017

Prefeitura mantém plano de transformar Jockey Club em parque

Publicado em 19/03/2017

O prefeito João Doria reafirmou que pretende implantar um parque público em parte do terreno que abriga a sede do Jockey Club de São Paul

A fim de abater parte da dívida, Jockey Club pode ceder área de 115 mil m2 para criação de espaço de lazer / Grupo 1 de Jornais

O prefeito João Doria reafirmou que pretende implantar um parque público em parte do terreno que abriga a sede do Jockey Club de São Paulo, no bairro da Cidade Jardim. O projeto será viabilizado por meio de recursos do setor privado, mas o local não cobrará entrada aos usuários. As empresas que aceitarem a proposta da Prefeitura poderão construir empreendimentos no local.

“Um empreendimento de uma ou duas torres que vai ajudar a pagar todo o investimento para a recuperação do Jockey”, comentou o prefeito no último dia 9. Segundo João Doria, as edificações seriam erguidas em um espaço próximo às cocheiras, dentro das especificações do Plano Diretor Estratégico e do tombamento do Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental).

 

Ainda de acordo com a administração paulistana, as corridas de turfe serão mantidas caso o parque seja implementado. Já as cocheiras serão transferidas para outra área do terreno de 600 mil metros quadrados. A maior parte das dependências do Jockey Club foi tombada em 2010 pelo Conpresp e não pode receber intervenções sem a permissão do órgão municipal. Além do parque, o terreno pode receber um museu voltado à biodiversidade administrado pela USP (Universidade de São Paulo).

Na proposta da Prefeitura, serão preservadas a sede, a pista de turfe e as arquibancadas, instalações tombadas pelo órgão de proteção do patrimônio histórico. A exploração do espaço pela iniciativa privada deve ser formalizada por meio de um contrato de concessão com prazo entre 40 e 50 anos.

As tratativas entre o prefeito e o Jockey para a implantação do parque foram iniciadas em janeiro. A intenção da administração municipal é viabilizar o projeto por meio do abatimento da dívida de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do clube, calculada em R$ 80 milhões.

Eleição

Na última terça-feira (14), foi realizada a eleição da nova gestão do clube. Por 160 votos a 121, venceu a chapa dos conselheiros da oposição. Agora, entre os cotados para a Presidência estão os empresários Benjamin SteinBrunch e Alessandro Arcangeli. Antes da realização do pleito, cerca de 50 funcionários do Jockey Club realizaram protesto contra o atraso no pagamento de salários. Segundo balanço interno, as pendências trabalhistas podem chegar a R$ 27 milhões.

Chácara

Situação semelhante foi observada na antiga Chácara do Jockey, também na região do Butantã. A área verde de 143,5 mil metros quadrados acumulava dívidas de IPTU de aproximadamente R$ 133 milhões e acabou convertida em parque municipal em maio do ano passado. O repasse do local ao Município abateu o valor do débito.

A transformação da Chácara do Jockey em parque municipal era reivindicada por moradores da região há mais de 30 anos, até o ex-prefeito Fernando Haddad declarar a área pública em 2014. Além de equipamentos voltados à prática esportiva e à contemplação da natureza, o terreno abriga uma escola municipal e terá oficinas culturais nos próximos anos.

No ato da desapropriação, a Prefeitura avaliou o terreno em cerca de R$ 64 milhões. O Jockey recorreu da avaliação e apresentou sua própria estimativa do valor da área, na ordem de R$ 180 milhões. A administração municipal e o clube concordaram com a realização de uma avaliação judicial independente, que estipulará o justo valor do terreno.

 

Ainda no que se refere à situação financeira do Jockey Club, em junho foram colocados em leilão outros três imóveis avaliados em mais de R$ 40 milhões. Também foi disponibilizado para negociação um acervo artístico com pinturas e esculturas, algumas delas criadas por nomes como Victor Brecheret.

 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia