O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

26/07/2017

RG Animal identifica 174 cães e gatos perdidos

Publicado em 03/03/2017

Nos últimos dois anos, 174 cães e gatos foram encontrados nas ruas de São Paulo graças ao Registro Geral Animal (RGA)

Por meio do RG Animal, 54 cães e 33 gatos foram devolvidos às famílias no ano passado /  Eduardo Ogata – Secom

Nos últimos dois anos, 174 cães e gatos foram encontrados nas ruas de São Paulo graças ao Registro Geral Animal (RGA), que funciona como uma carteira de identidade para bichos de estimação. Na capital paulista, ele é gratuito e obrigatório para todos os cães e gatos.

No ato do registro, o animal recebe uma plaqueta metálica com o número do RGA e o telefone do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para a localização do proprietário, caso o animal se perca. Essa plaqueta deve permanecer afixada à coleira do animal.

Ao encontrar um animal perdido que tenha RGA, pode-se entrar em contato com o CCZ e informar o número de identificação na placa do animal. Pelo cadastro do RGA, os agentes de zoonoses conseguem identificar e contatar o responsável.

Por meio do RGA, 61 cães e 26 gatos foram encontrados e devolvidos às suas famílias em 2015. Já em 2016, foram 54 cães e 33 gatos. Além de permitir a identificação, o RGA estimula a posse responsável, já que o dono passa a responder legalmente pelo animal em caso de abandono ou maus-tratos.

 

Por isso, também é importante manter o cadastro do RGA atualizado. Para isso, basta comparecer ao CCZ ou a um dos estabelecimentos veterinários credenciados pela Prefeitura com RG, CPF e comprovante de residência.


Como emitir o RGA:
O RGA pode ser feito no CCZ ou em um dos estabelecimentos veterinários credenciados pela Prefeitura. O serviço é gratuito. Para criar a identificação, o proprietário do animal precisa apresentar CPF, RG, comprovante de residência, atestado de vacina contra raiva emitido e assinado por médico veterinário ou comprovante do CZZ do município expedido 12 meses antes.

O número do RGA é único e permanente. Em caso de perda ou extravio da plaqueta, a segunda via deve ser providenciada no CCZ ou em um dos estabelecimentos veterinários credenciados, mantendo-se o mesmo número do RGA anterior. Para maior segurança do animal, recomenda-se também o uso de uma identificação na coleira com nome e telefone do proprietário; assim as chances de encontrar um animal perdido aumentam.



Serviço: Centro de Controle de Zoonoses. Rua Santa Eulália, 86 – Santana (zona norte). Mais informações pelo telefone 156.

 

 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia