O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

17/12/2017

Ataques cibernéticos em massa

Publicado em 14/12/2015

Empresas privadas e públicas atacadas por pessoas não identificadas. Cavalo de Tróia

Empresas privadas e públicas atacadas por pessoas não identificadas. Cavalo de Tróia

O. Donnini

Um ataque de e-mails em massa ou de vírus pode paralisar o funcionamento de uma entidade privada ou pública, bem como as relações com o público e com clientes e usuários. Cada vez mais empresas operam na internet, razão pela qual o simples bloqueio de seus sistemas de mensagens eletrônicas pode acarretar um grave prejuízo.

Durante duas semanas, pessoas não identificadas desenvolveram ataques em massa perfeitamente organizados. Atacaram sites de ministérios, bancos, meios de comunicação e instituições da Estônia, país que faz fronteira com a Rússia. Atribui-se o ataque a computadores da Rússia, que estaria revidando às autoridades da cidade de Tallinn, capital da Estônia, a remoção de um monumento russo que prestava homenagem à União Soviética. A nação báltica, com cerca de 1,5 milhão de habitantes, faz uso intensivo da tecnologia da informação e das comunicações, razão pela qual o ataque causou grande impacto sobre a população.

O ataque foi direto e anônimo, apresentando características novas e preocupantes, pois foram atacadas instituições oficiais, o Ministério da Defesa e...

A respeito de ataques como esses, o escritor espanhol José Maria Martinez Selva, em seu livro “A Grande Mentira”, Editora Perspectiva, diz: “Os computadores governamentais e militares dos países ocidentais sofrem um ataque cibernético a cada milésimo de segundo. O departamento de Estado norte-americano diz que suas redes informáticas sofrem 2 milhões de ataques diários. Quanto aos países de origem dos ataques, detectaram-se cavalos de Tróia de proveniência chinesa na oficina da chanceler alemã Ângela Merkel e em outros ministérios de seu governo.”

O. Donnini

oduvaldo@donnini.com.br

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia