O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

18/11/2017

Brasil. Juventude violenta. Álcool e desilusão

Publicado em 11/03/2017

Opinião

O. Donnini

“Não é apenas o ‘contágio’ social o responsável pela violência que cresce em boa parte das cidades do País”, diz o psiquiatra Jairo Bouer (Oesp – 01/01/17). A violência é, aliás, a principal causa de morte entre os homens jovens no Brasil. Esses números são ainda mais preocupantes na população negra, que está excluída da sociedade, envolvida no tráfico de drogas, na pobreza, na falta de apoio familiar, nos preconceitos e nas agressões. O abuso do álcool é potente catalisador dessa equação.

Os depoimentos iniciais acerca do brutal assassinato de um ambulante no final do ano passado revelaram que um dos jovens que cometeram o crime teria sido vítima de uma desilusão amorosa recente e que teria consumido álcool em excesso junto com seu primo. Segundo o site “UOL”, uma tia deles chegou a dizer que a dupla havia bebido cinco litros de cachaça e duas garrafas de vodca no dia do Natal. Além disso, os jovens já teriam destruído o portão da casa de uma vizinha, com quem tinham discutido, ao sair de casa no dia do crime.

Curioso notar, ainda segundo a tia, que o pai do jovem foi morto quando ele era ainda garoto, vítima de uma briga na Rua Lavapés, no Cambuci, a cerca de 2 quilômetros do local onde ele cometeu sua agressão. 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia