O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

22/09/2017

Pés saudáveis antes e depois do carnaval

Publicado em 16/02/2017

Falta pouco para o carnaval, e a diversão está prestes a tomar conta de todos os cantos do país.

 
Legenda: Alie o conforto a sua fantasia na hora de pular o carnaval 
 
 
Falta pouco para o carnaval, e a diversão está prestes a tomar conta de todos os cantos do país. Além dos cuidados com a alimentação e o vestuário nesta época do ano, é importante manter a atenção redobrada com os pés, que suportam grande parte do desgaste físico da folia. Para aproveitar a festa com saúde, a precaução deve começar antecipadamente. “Uma boa prática de alongamentos antes de qualquer folia pode ser decisivo na prevenção de lesões: estes estimularão a lubrificação correta das articulações e o funcionamento adequado da musculatura, permitindo que o corpo realize movimentos de danças com menor risco”, afirma o coordenador do curso de Fisioterapia da Faculdade Pitágoras em Teixeira de Freitas (BA), Wagner de Carvalho.
Para manter os pés saudáveis após um dia de folia, deve-se lavá-los cuidadosamente e investigar a presença de lesões. “Colocá-los em uma bacia com água e gelo por cinco minutos e massageá-los ajuda a reduzir as dores”, recomenda Wagner. “Ao acordar, antes de voltar à folia, procure andar um pouco descalço para a recuperação da musculatura”, finaliza o professor Henrique Vieira. 
Os “mocinhos” e os “vilões” da folia
Mocinhos – Tênis: além de proteger os pés, o tênis geralmente é confortável e ajuda na absorção de impacto; Salto central: o salto que começa do meio do calcanhar facilita o equilíbrio do corpo. O modelo ainda permite que os dedos fiquem confortáveis; Salto quadrado: o modelo é o eleito pela maioria das mulheres que querem manter a elegância por um longo período do dia. Esse tipo de sapato deixa o calcanhar apoiado, o que ajuda no equilíbrio do corpo.
Vilões – Plataforma: o salto oferece grande risco de entorse em inversão ou eversão, que na maioria das vezes são acompanhadas de fratura na área do tornozelo; Chinelos e rasteiras: como deixam os pés soltos, o risco de traumas e ferimentos é grande; Salto agulha: o vilão dos vilões, pois causa desequilíbrio e tensão muscular.
Leia mais dicas em gazetadepinheiros.com.br

 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia