O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

25/05/2018

Gastronomia é um dos pratos principais do Festival de Pinheiros

Publicado em 11/05/2018

Segundo estimativas, aproximadamente 40 mil pessoas circularam pelo Festival Pinheiros no domingo (6).

Segundo estimativas, aproximadamente 40 mil pessoas circularam pelo Festival Pinheiros no domingo (6). Um dos principais atrativos foi a variedade gastronômica que o bairro oferece. Além do livre acesso aos restaurantes, os pedestres também puderam aproveitar as tendas que os comerciantes expuseram nas calçadas.

Anna Lu Fernandes, do Brado restaurante e Conselheira do Coletivo Pinheiros, comenta que “a gastronomia do bairro de Pinheiros é muito rica e variada, sem dúvidas é um grande diferencial, os restaurantes e pontos de alimentação do evento serem apenas do comércio local, e nesse dia as casas além de abrir, estenderem para suas portas a operação e apresentar pratos e drinks com preços especiais”.

Na última edição, a Gazeta de Pinheiros – Grupo 1 de Jornais mostrou a diversidade de opções culinárias que a população teria acesso no evento. Para os frequentadores, essa é uma oportunidade de ter um contato mais próximo com alguns locais que até então não houvessem frequentado, ou retornar ao seu ponto favorito e relembrar aquele prato familiar.

Fernando Carneiro comentou que no espaço do Consulado Mineiro da Cônego, serviu feijão tropeiro, paella mineira, escondidinho de carne de sol. “Pode ser que pessoas que vieram a conhecer o restaurante possam retornar”, comentou; avaliando que o evento pode servir de vitrine. “Veio gente de outros bairros, um público novo para o evento. Servimos mais de mil pessoas em sua tenda na calçada”, analisou.

Mesmo número comentado por Osmar Kilter, do restaurante Kilter’s. Seu restaurante não costuma abrir aos domingos, mas esteve a serviço dos frequentadores do Festival, além de ter estendido o atendimento em dois pontos de venda na calçada: “um de petiscos (que tinha bolinho de bacalhau, de mandioquinha, espetinho de camarão, de frango com muzzarella, pastel e uma grande variedade de salgados), e uma outra frente com churrasco”. Assim, criou uma nova oferta, que obteve sucesso.

E houve também quem apostou na continuidade do serviço. Rogério Souza Santana, do Consulado da Bahia, por exemplo, disse que “o restaurante abriu normalmente. Este ano a gente não colocou banca na rua porque o local aqui já tem ligação com a rua”. “É uma festa. É um domingo que a galera sai para se divertir com as famílias. É questão de se adaptar com essa logística”, avalia.

Anna Lu aponta que “o retorno tem sido incrível, tanto para os comerciantes como para o público”. “Nossa ideia é realizar o Festival Pinheiros no mínimo duas vezes por ano, uma edição em cada semestre, sendo a próxima com data prevista para setembro de 2018”, finaliza.

 

 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia