O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

23/09/2017

Câmara Municipal tem mudanças

Publicado em 20/03/2015

A nova composição do quadro de vereadores também deve influenciar na disputa pela Presidência da Câmara

A partir da esq.: Salomão Pereira (PSDB), Quito Formiga (PR), Alessandro Guedes (PT), Marcos Belizário (PV) e Jonas Camisa Nova (DEM) / Divulgação Com a posse da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) no último domingo (15), a Câmara Municipal ganha nova configuração. As mudanças envolveram quase que 45% das cadeiras, o que ocasionou na divisão de dez parlamentares para PT e PSDB. O atual cenário político exigirá que o prefeito petista Fernando Haddad faça novas articulações para aprovar seus projetos até o fim do mandato no próximo ano.

A nova composição do quadro de vereadores também deve influenciar na disputa pela Presidência da Câmara Municipal, que ocorre em dezembro. Hoje a direção é de Antonio Donato (PT). O cargo de presidente é escolhido pelo partido que conta com a maioria das vagas. As demais secretarias do Legislativo paulistano seguem o mesmo critério.

Veja quem entra e sai da Câmara Municipal:

Quem entra

Quem sai

Jonas Camisa Nova (DEM)

Antonio Goulart (PSD)

Wadih Mutran (PP)

*Nabil Bonduki (PT)

Quito Formiga (PR)

Coronel Telhada (PSDB)

Valdecir Cabrabom (PTB)

**Jean Madeira (PRB)

Salomão Pereira (PSDB)

Marta Costa (PSD)

Adolfo Quintas (PSDB)

Coronel Camilo (PSD)

Aníbal de Freitas (PSDB)

Floriano Pesaro (PSDB)

Alessandro Guedes (PT)

José Américo (PT)

Sidney Oliveira (PV)

Roberto Tripoli (PV)

 

*Assumiu a Secretaria Municipal de Cultura

**Assumiu a Secretaria de Esportes, Lazer e Cultura do Estado

Capez vence na Alesp

Fernando Capez (PSDB) é o novo presidente da Alesp. O tucano venceu a eleição por 92 votos contra dois, do concorrente Carlos Gianazzi (PSOL). O novo presidente da Casa terá a missão de blindar o Governo do Estado, sob o comando de Geraldo Alckmin, dos ataques da oposição em temas como a crise hídrica e o escândalo do caso Alstom nas licitações do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia