O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

22/11/2017

Dilma: quem for responsável pagará pelo que fez e corrupção não poupa ninguém

Publicado em 17/03/2015

A presidenta lembrou que a corrupção é um mal que está em todas as esferas

Foto: Isaac Amorim/ AG:MJ A presidenta Dilma Rousseff disse no dia 16, ao comentar mais uma etapa da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, que investiga desvios de dinheiro na Petrobras, não acreditar que a denúncia do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, pelo Ministério Público Federal (MPF), vá piorar a situação do governo, em meio às manifestações da sociedade.
 
Em entrevista coletiva em que comentou os protestos de domingo (16) contra o governo em todas as regiões do país, Dilma disse que a corrupção não nasceu hoje.
 
“Acho que esses acontecimentos mostram que todas as teorias a respeito de como o governo interferiu no Ministério Público para investigar ou fazer qualquer coisa com quem quer que seja, são absolutamente infundadas. Tanto é assim que isso acontece, o governo continua e nós tratamos o seguinte: se querem investigar, vão investigar. Quem for responsável, pagará pelo que fez”, disse, acrescentando que todos têm amplo direito à defesa.
 
Segundo ela, não se deve colocar nenhum segmento acima de suspeita sobre práticas irregulares. “Acho que essa discussão [sobre onde nasceu a corrupção] não leva a nada. Ela não só é uma senhora bastante idosa nesse país, como não poupa ninguém. Ela não poupa, pode estar em tudo quanto é área, inclusive no setor privado”, declarou.
 
“O dinheiro tem esse poder corruptor. Nós temos de ter vigilância, temos de ter instituições, temos de ter legislação para impedir que ocorra. O combate à corrupção começa também, eu acho, por meio de um processo educacional. O fato de você não querer ganhar vantagem em tudo na sua vida. Uma pessoa não pode cometer pequenas infrações porque ela cria um ambiente de permissividade, então vamos tratar essa questão da corrupção de forma mais efetiva para poder combater melhor”, acrescentou.
 
Fonte: Agência Brasil

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia