O Grupo 1 Edição Digital Grupo 1 Mobile Fale Conosco
Receba nossas notícias

25/07/2017

Esporte é educar

Publicado em 24/05/2016

O futuro da educação é digital, mas a formação do ser humano continua analógica.

 

No processo de consolidação de sua marca no Brasil, a Bett, maior evento mundial de inovação tecnológica em educação, com tradição de mais de 30 anos no Reino Unido, reuniu os principais expositores do setor. No São Paulo  um verdadeiro encontro do futuro.

Apesar das dificuldades por que o país passa, o que vi foi um compromisso com a qualidade da educação como esforço prioritário. Uma jornada relevante e prazerosa de aprendizagens, atualização e troca de experiências.

Os expositores são estimulados por profissionais e alunos a adotarem estratégias interativas para que os visitantes possam experimentar e aprender a utilizar as soluções e os novos recursos.

Uma oportunidade de atualização profissional e identificação de tendências.

E é impressionante a capacidade que temos de nos reinventar. Todos os expositores, sem exceção, se rendem à tecnologia e entendem que a nova geração pensa e age diferente.

Essa é uma das metodologias do Colégio Objetivo, pioneiro, por exemplo, no ensino com computadores em sala de aula. Hoje, os tablets já auxiliam nas principais atividades.

Acrescentaria a esse paraíso educacional o esporte.

Praticar alguma modalidade desde a infância desenvolve um ser humano enriquecido de valores éticos e morais, que o seguem por toda a vida. É preciso destacar a importância do esporte na vivência de valores necessários ao convívio em sociedade, como tolerância, inclusão, respeito, trabalho em grupo, organização pessoal, ética, obediência e vida saudável.

Uma ferramenta preciosa de sociabilização e transmissão de valores.

Estamos longe de ter tablets disponíveis em nível nacional nas salas de aula, mas perto das possibilidades de inclusão do esporte em cada pedacinho do Brasil.

Joaquim Cruz, um dos maiores nomes do atletismo brasileiro, medalha de ouro em Los Angeles-1984 e prata em Seul-1988 nos 800 metros, hoje treinador da equipe paralímpica dos Estados Unidos, declarou em visita ao Brasil que o maior desafio do país são as escolas. “O sistema não dá oportunidade para a criança”.

Realidade grave e incontestável.

Que entre tablets, iPads e smartphones se misturem chuteiras, bolas e redes.

O futuro da educação é digital, mas a formação do ser humano continua analógica.

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade
 
         
     


Gastronomia

Colunistas

Tecnologia